IEPS e Cactus se unem para qualificar debate sobre saúde mental

Série “Saúde Mental em Pauta” destaca o tema em ano eleitoral e marca parceria entre os institutos.

O Instituto de Estudos para Políticas de Saúde (IEPS) e o Instituto Cactus estreiam, no blog “Saúde em Público”, hospedado na “Folha de S. Paulo”, uma série de publicações sobre saúde mental e políticas públicas. Eleições nos poderes Executivos e Legislativos federais e estaduais vão nortear o ano de 2022 no Brasil, e, para pautar o tema na política e na opinião pública, os dois institutos vão debater a saúde mental com base em evidências científicas. 

Congresso Nacional vai ser espaço de debates sobre políticas para saúde mental em 2022, ano de eleições. Foto: Wilson Dias/Agência Brasil.

A série “Saúde Mental em Pauta” propõe uma abordagem propositiva e informativa, em meio a um cenário no qual a saúde mental já era, antes da pandemia de COVID-19, uma preocupação de saúde pública, porém negligenciada. Antes mesmo da pandemia, a depressão aumentou de forma generalizada e já afetava 10,8% da população adulta do País. Em 2013, eram 7,9%; crescimento de 36,7%, segundo o estudo “Como anda a saúde mental no Brasil? Evolução, desigualdades e acesso a tratamentos”, do IEPS.

O cenário recente de agravamento da depressão no Brasil evidencia a necessidade de elaboração de políticas públicas para prevenir a incidência de transtornos e garantir assistência e tratamento gratuito de qualidade. Nessa linha, o IEPS e o Instituto Cactus analisaram a atual produção legislativa sobre saúde mental e os gargalos na execução de iniciativas governamentais voltadas para o tema.

A primeira publicação já está no blog “Saúde em Público”. Dayana Rosa, pesquisadora de políticas públicas do IEPS, e Maria Fernanda Quartiero, investidora social e Diretora Presidente do Instituto Cactus, analisam o que se pode esperar das políticas públicas e dos debates no Legislativo sobre a saúde mental.

O Instituto Cactus é uma organização que trabalha para a prevenção e a promoção da saúde mental no Brasil, através da geração de conhecimento e evidências, identificação e multiplicação de boas práticas, incidência em políticas públicas, articulação de ecossistemas e conscientização da sociedade sobre o tema.

Para sugestões de pauta e comentários sobre a série de artigos, entre em contato através dos e-mails contato@ieps.org.br e contato@institutocactus.org