Coronavírus: Brasil tem 7 milhões de informais no grupo de risco da COVID-19
Vendedor ambulante no Brasil: cerca de 40% dos trabalhadores estão informais (Diego Herculano/NurPhoto/Getty Images)
Vendedor ambulante no Brasil: cerca de 40% dos trabalhadores estão informais (Diego Herculano/NurPhoto/Getty Images)

Sete milhões de brasileiros eram parte de um grupo duplamente vulnerável à crise do coronavírus, sob a ótica da realidade brasileira em 2013 (último ano para o qual há dados disponíveis). Do lado econômico, trabalhavam como autônomos; no âmbito da saúde, tinham doenças crônicas, que aumentam os riscos em caso de infecção.

O número foi estimado pelo Instituto de Estudos para Políticas de Saúde (IEPS), que tem entre seus fundadores o economista e ex-presidente do Banco Central, Arminio Fraga.

Leia a reportagem completa no site do jornal “O Tempo”