As falhas da resposta econômica à pandemia, segundo Arminio Fraga
Avenida é parcialmente esvaziada em meio às restrições de deslocamento num esforço para impedir a disseminação do coronavirus em Madureira, bairro do Rio de Janeiro. Foto: (AP)
Avenida é parcialmente esvaziada em meio às restrições de deslocamento num esforço para impedir a disseminação do coronavirus em Madureira, bairro do Rio de Janeiro. Foto: (AP)

O Brasil vive um momento de crise nas áreas de saúde e economia. A pandemia do novo coronavírus testa a capacidade do sistema de saúde – tanto público como privado –, ao mesmo tempo em que paralisa o dia a dia das cidades e cidadãos brasileiros.

Para entender o tamanho da nova crise econômica e as possibilidades de ação do poder público, o Nexo conversou com Arminio Fraga, ex-presidente do Banco Central (1999 a 2002), sócio fundador da Gávea Investimentos e presidente do conselho do IEPS (Instituto de Estudos para Políticas de Saúde).

Leia a entrevista completa no site do “Nexo Jornal”