Bolsonaro rejeita vacina da COVID-19 e chama as máscaras de tabu
Presidente do Brasil, Jair Bolsonaro, passa a mão no rosto durante cerimônia no Palácio do Planalto, em Brasília. Foto / Eraldo Peres.
Presidente do Brasil, Jair Bolsonaro, passa a mão no rosto durante cerimônia no Palácio do Planalto, em Brasília. Foto / Eraldo Peres.

O presidente brasileiro, Jair Bolsonaro, disse que não tomará nenhuma vacina eficaz contra o COVID-19 e considera o uso de máscaras para limitar a propagação da doença “o último tabu a cair”.

“As declarações de Bolsonaro são um sinal horrível”, disse Miguel Lago, diretor executivo do Instituto de Estudos de Políticas de Saúde do Brasil (IEPS). “Se ele fosse um presidente menos popular, isso poderia ter pouco efeito, mas ele é o herói de muitas pessoas”, Lago disse à Associated Press. “Seus partidários ferrenhos podem não ter uma chance e isso vai gerar mais disputa política pelo direito de não se vacinar”.

Leia a reportagem completa, em inglês, no site da agência de notícias “Associated Press”