Brasil: incêndios na Amazônia afetam a saúde de milhares
Floresta Amazônica durante incêndio em 2019. Foto: Getty images
Floresta Amazônica durante incêndio em 2019. Foto: Getty images

Os incêndios resultantes do desmatamento desenfreado estão envenenando o ar que milhões de pessoas respiram, afetando a saúde em toda a Amazônia brasileira, destaca um relatório da Human Rights Watch e do IEPS. Os incêndios e o desmatamento na Amazônia aumentaram dramaticamente durante 2019, o primeiro ano do presidente Jair Bolsonaro no cargo, e 2020 já está se revelando pior, descobriram os grupos.

“Autoridades devem implementar um mecanismo eficaz de monitoramento da qualidade do ar e impor padrões de qualidade do ar que protejam a saúde por meio de políticas preventivas e responsivas, com atenção especial aos grupos vulneráveis”, disse Miguel Lago, diretor do IEPS.

Leia a reportagem completa e o relatório no site ONG de direitos humanos “Human Rights Watch”.