Reprodução-TV-Globo
Aglomerações em bares e restaurantes são comuns durante a pandemia, mesmo com restrições impostas por autoridades locais. Foto: reprodução/TV Globo
Aglomerações em bares e restaurantes são comuns durante a pandemia, mesmo com restrições impostas por autoridades locais. Foto: reprodução/TV Globo

Em 2019, o ex-presidente do Banco Central Armínio Fraga quis criar uma entidade que ajudasse a resolver problemas brasileiros, muito voltada para o terceiro setor. Com base no fato de que já havia muitas organizações trabalhando com educação, ambiente e direitos humanos, focou-se em saúde. Nascia o Instituto de Estudos para Políticas da Saúde (IEPS), com o objetivo de avaliar o impacto das politicas para o setor e propor alternativas.

Uma das constatações que levaram à criação foi o fato de que o estudo sobre economia da saúde não era tão desenvolvido no Brasil como em outros países. Para dirigir a entidade, chamou Miguel Lago, com formação em ciência social.

Confira a entrevista completa de Miguel Lago ao site “Gaúcha/Zero Hora”