Brasil terá falta de leitos mesmo em cenário mais otimista
Hospital Municipal de campanha do Anhembi, em São Paulo, vai receber exclusivamente pacientes com Covid transferidos da rede municipal de saúde. Bruno Santos/Folhapress
Hospital Municipal de campanha do Anhembi, em São Paulo, vai receber exclusivamente pacientes com Covid transferidos da rede municipal de saúde. Bruno Santos/Folhapress

O avanço do coronavírus submeterá os hospitais brasileiros a pressões significativas mesmo se o contágio da população evoluir de forma lenta nos próximos meses, sugerem projeções de pesquisadores que estudam o impacto potencial da doença no sistema de saúde pública.

Segundo o Instituto de Estudos para Políticas de Saúde (IEPS), a oferta de leitos de UTI nos hospitais do SUS é inferior ao mínimo necessário em 72% das regiões definidas pelos gestores do sistema, onde vive 56% da população brasileira e 61% das pessoas sem cobertura de planos de saúde privados.

Leia a matéria completa no site do jornal “Folha de S. Paulo”