Coronavírus no Brasil: ministro da saúde de Bolsonaro renuncia menos de um mês após assumir cargo
Bolsonaro e Teich, na posse do agora ex-ministro de saúde do Brasil. Foto: Marcello Casal Jr./AFP
Bolsonaro e Teich, na posse do agora ex-ministro de saúde do Brasil. Foto: Marcello Casal Jr./AFP

O Brasil continua tropeçando. Em pleno avanço do coronavírus, Nelson Teich, ministro da Saúde, apresentou sua renúncia nesta quinta-feira, menos de um mês após a posse. Enquanto isso, o presidente Jair Bolsonaro promove a reabertura de lojas e atividades, e pressiona pela liberação em massa de cloroquina, medicamento experimental, para tratar o COVID-19.

“Teich teve pouca autonomia desde que assumiu o cargo, mas acabou por mostrar que não estava disposto a fazer nada”, disse Miguel Lago, diretor executivo do Instituto de Estudos de Políticas de Saúde (IEPS).

Leia a reportagem completa, em espanhol, no site do jornal argentino “La Nacion”