Coronavírus registra recorde de mortes no México, no Brasil e aumenta temor para a América Latina
Enfermeira protesta contra o presidente do Brasil, Jair Bolsonaro. Foto: Eraldo Peres/AP
Enfermeira protesta contra o presidente do Brasil, Jair Bolsonaro. Foto: Eraldo Peres/AP

Brasil e México registraram o maior número de mortes por dia, aumentando a preocupação global de que o coronavírus está se espalhando a uma taxa alarmante na América Latina. Na terça-feira, o Brasil confirmou que foram registrados 117.602 casos de coronavírus, ultrapassando o número na Alemanha. O país registrou 881 mortes pelo vírus no mesmo dia.

Embora os hospitais em ambos os países estejam inundados com um grande número de pacientes, os presidentes dos dois países estão trabalhando para reabrir as economias e aliviar as restrições de distanciamento social. Em hospitais de todo o Brasil, os médicos agora são forçados a escolher entre quem vive e quem morre, de acordo com Miguel Lago, diretor executivo do Instituto de Estudos de Políticas de Saúde (IEPS) sem fins lucrativos do Brasil.

Leia a reportagem completa, em inglês, no site do jornal australiano “Herald Sun”