Falta de leitos de UTI pode chegar a 40 mil nos próximos meses
Médicos fazem treinamento no hospital de campanha para tratamento de covid-19 do Complexo Esportivo do Ibirapuera. Foto: AFP
Médicos fazem treinamento no hospital de campanha para tratamento de covid-19 do Complexo Esportivo do Ibirapuera. Foto: AFP

Os números do governo mostram que a taxa de ocupação média de leitos das UTIs na rede pública do país é de 78%. Situação que se agrava nos estados mais afetados pela COVID-19.

Em São Paulo, que tem o maior número de casos, a taxa média de ocupação das unidades de terapia intensiva é de 86%. Já no estado do Pará, sobe para 91%.

Um estudo feito pelo Instituto de Estudos para Políticas de Saúde (IEPS), em parceira com a Fundação Getúlio Vargas, prevê a falta de 40 mil leitos de UTI no Sistema Único de Saúde em seis meses.

Veja a reportagem do SBT aqui