Implementação confusa do pagamento do benefício impediu que população mais pobre pudesse cumprir isolamento social
Aplicativo do auxílio emergencial do Governo Federal. Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil
Aplicativo do auxílio emergencial do Governo Federal. Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

A CPI tem ido firme na direção de investigar as razões para o volume de mortes causadas pela Covid-19. Mas tem um assunto sobre o qual os senadores não podem deixar de se debruçar: o auxílio emergencial. De acordo com pesquisa publicada pela revista “Nature”, os programas governamentais de assistência alimentar e outros apoios financeiros para populações vulneráveis se revelaram como uma das medidas mais eficazes na resposta à pandemia.

Leia o artigo completo do diretor executivo do IEPS, Miguel Lago, na coluna “A hora da ciência na CPI”, no site do jornal “O Globo”.