Na América Latina, cada país “tem seu modo de matar as pulgas” na Pandemia e os governos focam em isolamento e prevenção
Avenida 9 de Julio vazia, em Buenos Aires Foto: RONALDO SCHEMIDT / AFP
Avenida 9 de Julio vazia, em Buenos Aires Foto: RONALDO SCHEMIDT / AFP

O novo coronavírus representa um teste severo para os sistemas de saúde dos países mais afetados pela epidemia. Desde medidas precoces, como as proclamadas por Nicolás Maduro em meio à desconfiança expressa por setores como a Federação Médica, até medidas mais prudentes e flexíveis no México.

Leia a reportagem na íntegra, em espanhol, no site de notícias “El Político”