Mulher caminha entre sepulturas simbólicas na praia de Copacabana, no Rio de Janeiro, escavadas por ativistas. Foto: Léo Correa/AP
Mulher caminha entre sepulturas simbólicas na praia de Copacabana, no Rio de Janeiro, escavadas por ativistas. Foto: Léo Correa/AP

O Brasil já relatou mais de 1 milhão de casos confirmados de coronavírus e 48.954 mortes, marcando um marco sombrio para o país sul-americano. Muitos especialistas acreditam que o número de casos pode ultrapassar o dos Estados Unidos e que o Brasil pode em breve se tornar o país mais atingido pelo vírus.

“Acho que passaremos pelos Estados Unidos. Acho que seremos a maior vítima da COVID-19 e isso está diretamente relacionado ao fato de que não temos um plano nacional”, disse o diretor executivo do IEPS, Miguel Lago à CNN.

Leia a reportagem completa, em inglês, no site da emissora americana “CNN”