O discurso que mata
Bolsonaro observa apoiadores em manifestação de 19 de abril de 2020. Foto: Evaristo Sá / AFP
Bolsonaro observa apoiadores em manifestação de 19 de abril de 2020. Foto: Evaristo Sá / AFP

O feriado e a grande mobilização do bolsonarismo afetaram a CPI nesta semana. Os discursos de Bolsonaro de agressão às instituições no dia 7 de setembro foram objeto de discussão, e pedidos de impeachment invadiram as páginas dos jornais e as timelines das redes sociais. Essa reação institucional deve ser comemorada, mas também lamentada por não ter se dado antes.

Leia o artigo completo do diretor executivo do IEPS, Miguel Lago, na coluna “A hora da ciência na CPI”, no site do jornal “O Globo”