O SUS e a bipolaridade no debate público
Fila da vacina contra a Covid na Uerj, a Universidade do Estado do Rio de Janeiro. Foto: divulgação Prefeitura do Rio de Janeiro
Fila da vacina contra a Covid na Uerj, a Universidade do Estado do Rio de Janeiro. Foto: divulgação Prefeitura do Rio de Janeiro

A avaliação positiva que o Sistema Único de Saúde (SUS) alcançou no enfrentamento da pandemia de COVID-19 se contrapõe à sua imagem negativa anterior. O que explica a mudança radical na percepção sobre o SUS? Como aproveitar o momento para avançar na melhoria da prestação de serviços de saúde? 

Leia aqui, na íntegra, o arAtigo para o blog “Saúde em Público” de Ricardo de Oliveira, engenheiro de produção, foi Secretário Estadual de Gestão e Recursos Humanos do Espírito Santo, no período de 2005 a 2010 e Secretário Estadual de Saúde do ES de 2015 a 2018. Autor dos livros: “Gestão Pública: Democracia e Eficiência”, FGV/2012 e “Gestão Pública e Saúde”, FGV/ 2020. Conselheiro do Instituto de Estudos para Políticas de Saúde (IEPS). Membro do comitê de filantropia da UMANE.

O blog “Saúde em Público”, hospedado no site do jornal “Folha de S.Paulo”, tem curadoria do IEPS. É um espaço dedicado às vozes da saúde, que trazem dados e evidências para embasar políticas públicas no setor.