Por que os hospitais da América Latina são tão vulneráveis ao coronavírus?
Seringas, luvas e outros equipamentos médicos em hospital público em Boa Vista, Roraima.
Seringas, luvas e outros equipamentos médicos em hospital público em Boa Vista, Roraima.

Como esperado, o coronavírus está se espalhando na América Latina. O Brasil teve seu primeiro caso confirmado em 26 de fevereiro, dois dias depois o México registrou a primeira ocorrência, enquanto a Argentina investigava seis casos potenciais. Agora, Chile, Paraguai, Peru, Equador, Colômbia, Costa Rica, República Dominicana e outros também detectaram pelo menos um paciente com COVID-19.

Quais são os maiores desafios da região?

Leia o artigo, em inglês, na íntegra do diretor executivo do IEPS, Miguel Lago, no site da revista especializada em política, negócios e cultura na América Latina “America’s Quarterly”