Queda em taxas de vacinação deve 'ressuscitar' doenças erradicadas do país
Média de cobertura de vacinação em 2020 ficou em apenas 75%. Imagem: iStock
Média de cobertura de vacinação em 2020 ficou em apenas 75%. Imagem: iStock

O Brasil não atingiu nenhuma das metas de cobertura das vacinas infantis disponíveis pelo PNI (Programa Nacional de Imunização) em 2020. Apesar de gratuitas, seguras e eficazes, a imunização ficou em apenas 75% (o ideal são taxas sempre acima de 90%), no ano passado, acentuando uma queda que vinha desde 2015 e que abre as portas para que doenças já erradicadas do país ressuscitem.

O documento “Panorama da Cobertura Vacinal no Brasil”, do IEPS (Instituto de Estudos para Políticas de Saúde), lançado em maio, diz que “o Brasil e o mundo têm visto as vacinas se tornarem vítimas de seu próprio sucesso”.

Leia a reportagem completa no site “Viva Bem”, do “UOL”.