Só internações em UTIs podem custar mais de R$ 1 bi ao SUS, diz estudo do IEPS
Prefeitura do Rio de Janeiro conclui obra do hospital de campanha do Riocentro. Foto: divulgação prefeitura do Rio de Janeiro
Prefeitura do Rio de Janeiro conclui obra do hospital de campanha do Riocentro. Foto: divulgação prefeitura do Rio de Janeiro

Em um cenário em que 1% da população brasileira seja infectada pelo novo coronavírus, só as internações em unidades de terapia intensiva podem custar pelo menos R$ 930 milhões ao sistema público de saúde.

É o que aponta estudo inédito do Instituto de Estudos para Políticas de Saúde (IEPS), que levou em consideração o custo de internações pelo SUS (Sistema Único de Saúde) por condições semelhantes à COVID-19.

“A gente necessariamente tem que conter a curva, da forma que for”, ressalta o diretor de pesquisa do IEPS, Rudi Rocha.

Leia a reportagem completa no site do jornal “Folha de S. Paulo”