Projeto "Qualifica Atenção Básica"
João Campos firma parceria com o IEPS pela saúde do Recife. Foto: Rodolfo Loepert/PCR.
João Campos firma parceria com o IEPS pela saúde do Recife. Foto: Rodolfo Loepert/PCR.

O projeto “Qualifica Atenção Básica”, realizado por meio de Acordo de Cooperação Técnica entre o IEPS e a Prefeitura de Recife, consiste na elaboração de um sistema de avaliação da qualidade na atenção básica e na construção de pilotos de alto impacto, que permitirão ao município conhecer melhor o desempenho de cada unidade básica de saúde em termos de processo de trabalho, resultados de saúde, acesso e qualidade dos serviços. A iniciativa está estruturada em duas frentes de trabalho. A primeira consiste na criação de 3 propostas – realizadas a partir do mapeamento dos principais problemas da rede e suas respectivas causas. A segunda frente de trabalho objetiva construir uma Agenda de Fortalecimento da Atenção Básica, executada pela área de Advocacy e Relações Governamentais do IEPS.

Recife Reconhece

Conjunto de estratégias para cuidar dos profissionais de saúde e valorizar as boas práticas da rede

Um dos principais problemas de saúde da rede de Recife é a desmotivação dos profissionais. Uma maneira eficaz para resolver essa questão é usar estratégias não monetárias de reconhecimento do trabalho. Para tanto, premiaremos práticas assistenciais implementadas em nível local, incentivaremos sua divulgação e replicação na rede de saúde, por meio do projeto Recife Reconhece.

Queremos criar incentivos para o bom cumprimento de papeis na atenção primária e fomentar um clima cultural de reconhecimento dos profissionais nos territórios e na administração pública.

A primeira iniciativa do Recife Reconhece foi o lançamento do edital Recife Reconhece – I Exposição Integrada de Boas Práticas na Atenção Básica à Saúde, uma iniciativa criada para intercâmbio de conhecimentos e o compartilhamento de experiências inovadoras entre profissionais de saúde no âmbito da atenção básica da rede municipal do Recife, por meio da oferta de espaços de discussão e reconhecimento do trabalho orientado aos atributos da atenção básica e às políticas subjacentes na Rede de Saúde.

Projeto "Qualifica Atenção Básica"
A 1ª edição da Exposição Integrada de Boas Práticas na Atenção Básica à Saúde é resultado da parceria do IEPS com a Secretaria de Saúde do Recife.

Recife Monitora

Instituição de sistema de qualidade em saúde que facilita a gestão por resultados no nível de cada unidade

Uma Atenção Primária resolutiva pode mitigar a maior parte dos problemas de saúde da população e isso é possível quando processos de mensuração e aprimoramento dos quesitos acesso e qualidade são efetivados. O objetivo do projeto Recife Monitora: Fortalecimento da qualidade do Cuidado na Atenção Básica é estabelecer um modelo de avaliação da qualidade para equipes de saúde da atenção básica com o intuito de certificar equipes de saúde em diferentes níveis, tendo como base 3 eixos principais: i) avaliação de equipes de saúde; ii) avaliação da satisfação do usuário; iii) avaliação do desempenho de equipes de saúde.

Queremos tornar a cidade de Recife um modelo a ser seguido por outras capitais brasileiras na implementação de um sistema de avaliação da qualidade. Acreditamos que um sistema de avaliação da qualidade na atenção básica permitirá ao município conhecer melhor o desempenho de cada unidade de saúde em termos de acesso, processo de trabalho, resultados e qualidade dos serviços. Assim, Recife poderá compreender, avaliar e premiar práticas de saúde, humanizando o atendimento e ofertando serviços de maneira eficaz.

Recife Experimenta

Inovações assistenciais e de gestão cocriados com a rede e voltados para desafios identificados na pesquisa

Projeto "Qualifica Atenção Básica"
Prefeito de Recife, João Campos, em reunião com o fundador do IEPS, Arminio Fraga (Foto: Rodolfo Loepert/PCR)

Resolver os principais problemas da rede de APS passa não só pela ampliação de cobertura, mas também pela adoção de modelos inovadores de qualidade em saúde. Mudanças processuais eficazes em serviços de saúde são um caminho para atingir esse objetivo. Por isso, cocriaremos com a rede de Recife inovações assistenciais e de gestão.

A partir do mapeamento dos problemas, e usando a mais atualizada evidência disponível, desenharemos, junto a rede, pilotos de inovações assistenciais de alto impacto. Uma vez que se provem efetivas, as práticas assistenciais serão codificadas e disseminadas para todo o serviço de atenção primária.

Inicialmente, estamos testando 3 pilotos em 16 unidades básicas de saúde da rede. São eles:

Piloto 1 – ACOLHIMENTO

Garantir regras claras de organização do acesso e definição do papel da AB para evitar encaminhamentos desnecessários a outros níveis de atenção e a “peregrinação” das pessoas usuárias na rede.

Piloto 2 – MATRIZ FORMATIVA

Qualificar os profissionais através de lógicas formativas específicas.

Piloto 3 – CADASTRO

Utilizar o cadastramento de usuários na AB como potencializador de vínculo com a US e disseminador da carteira de serviços da AB.

Agenda Legislativa Recifense de Saúde

A segunda frente de trabalho consiste na Agenda de Fortalecimento da Atenção Básica, executada pela área de Advocacy e Relações Governamentais. Tem por objetivo contribuir para a construção de um conjunto de normativas com foco na melhoria da Atenção Básica no Recife. A Agenda será composta por dois blocos de propostas. O primeiro terá foco no fortalecimento da gestão em saúde, inspirado pelo mapeamento das necessidades da rede e pelos pilotos de inovação desenhados para a Cidade do Recife. O segundo bloco será composto por um compilado de boas práticas de promoção à saúde reconhecidas nacional e internacionalmente e que podem ser adotadas pelo município.

Projeto "Qualifica Atenção Básica"
Cooperação entre IEPS e Prefeitura de Recife (PE) busca melhorar saúde na cidade (Foto: Rodolfo Loepert/PCR)