O que a saúde tem a ver com a crise climática?
Emissão de gases do efeito estufa podem piorar quadros de doenças respiratórias: Foto: Getty Images
Emissão de gases do efeito estufa podem piorar quadros de doenças respiratórias: Foto: Getty Images

O Brasil assumiu novos e relevantes compromissos para alcançar essa meta, como reduzir em 50% as emissões de gases de efeito estufa (incluindo a redução de 30% de gás metano), e zerar o desmatamento até 2030. Contudo, ainda não é o suficiente: precisamos de metas ainda mais ambiciosas e que sejam tratadas e implantadas com a urgência que o tema exige. Para isso, é preciso reconhecer os impactos da crise climática na saúde.

Leia aqui, na íntegra, o artigo para o blog “Saúde em Público” de Daniel Kass, Vice-presidente Sênior de Saúde Ambiental da Vital Strategies, e Hannah Machado, Gerente Sênior de Programas da Vital Strategies.

O blog “Saúde em Público”, hospedado no site do jornal “Folha de S. Paulo”, tem curadoria do IEPS. É um espaço dedicado às vozes da saúde, que trazem dados e evidências para embasar políticas públicas no setor.