Projeto "Recife Reconhece" premia práticas inovadoras na Atenção Básica da capital pernambucana
Upinha Tasso Bezerra (Chié I e II), no bairro Campo Grande em Recife. Foto: Andrea Rego Barros/ PCR
Upinha Tasso Bezerra (Chié I e II), no bairro Campo Grande em Recife. Foto: Andrea Rego Barros/ PCR

Na próxima terça-feira (09/08), o IEPS, em parceria com a Secretaria de Saúde de Recife, irá premiar as quatro melhores práticas dos profissionais de saúde dos serviços de Atenção Básica da capital pernambucana. A premiação faz parte da 1ª edição da Exposição Integrada de Boas Práticas na Atenção Básica à Saúde do Recife Reconhece, primeira frente de trabalho do projeto Qualifica Atenção Básica. O objetivo é dar visibilidade às boas práticas e promover o intercâmbio de experiências inovadoras entre os profissionais de saúde atuantes na Atenção Básica da rede municipal de Recife.

“A rede de saúde de Recife é complexa e existem muitos profissionais que desenvolvem práticas inovadoras para lidar com as demandas cotidianas da Atenção Básica. Muitas vezes essas experiências acabam se perdendo ou não são levadas para a rede de saúde de forma mais ampla. O objetivo do Recife Reconhece é justamente identificar essas práticas inovadoras e levá-las para toda rede de Atenção Básica e até para o restante do país, reconhecendo e recompensando os profissionais de saúde, que são os protagonistas desse sistema”, destacou Arthur Aguillar, diretor de políticas públicas do IEPS. 

Projeto "Recife Reconhece" premia práticas inovadoras na Atenção Básica da capital pernambucana
As inscrições para a I Exposição Integrada de Boas Práticas na Atenção Básica à Saúde foram abertas em abril deste ano. Imagem: Divulgação/IEPS

Ao todo, são 12 práticas finalistas alinhadas aos quatro eixos temáticos da exposição, que são classificados em atributos da atenção básica; ciclos de vida e grupos populacionais; atenção à saúde do território; e promoção da saúde, práticas integrativas e complementares e práticas intersetoriais. As práticas finalistas podem ser conferidas aqui. Os finalistas foram selecionados por integrantes da Secretaria Executiva de Atenção Básica (SEAB), da Escola de Saúde do Recife (ESR/SEGTES) e do Laboratório de Políticas de Saúde do IEPS. Os vencedores foram escolhidos por votação realizada junto à rede de saúde recifense.

As práticas vencedoras ganharão uma certificação da Escola de Saúde do Recife e do IEPS e serão divulgadas nos canais oficiais de comunicação da Prefeitura de Recife, além de incentivos para participação em congressos relacionados às temáticas da atenção básica e da saúde de família e comunidade. 

LANÇAMENTO DO “RECIFE MONITORA” E “RECIFE EXPERIMENTA”

Na próxima terça-feira (09/08), além da premiação, serão lançados o Recife Monitora e o Recife Experimenta, projetos que também integram o Qualifica Atenção Básica. O Recife Monitora propõe um modelo de avaliação da qualidade da Atenção Básica, a partir da avaliação das equipes de saúde em relação às ações, processos, estrutura dos serviços e motivação para o trabalho; da satisfação do usuário com o serviço prestado e da avaliação do desempenho de equipes de saúde, monitorado por indicadores quantitativos. Já o Recife Experimenta prevê a construção, junto com a rede de Recife, de pilotos de inovações assistenciais de alto impacto a partir do mapeamento dos atuais gargalos da rede e de evidências científicas atualizadas. Atualmente, o projeto conta com 3 pilotos em andamento em 16 unidades básicas de saúde de Recife. 

“Nosso objetivo é, em conjunto com a gestão local, promover melhorias estruturais nos serviços de Atenção Básica de Recife. É uma parceria fundamental para o IEPS, um espaço de diálogo e aprendizado que estamos construindo e que nos dará experiência para que possamos levar esse tipo de cooperação técnica para outros territórios e contextos sociais no Brasil”, afirmou o diretor de políticas públicas do IEPS. 

Saiba mais sobre a cooperação técnica do IEPS com a Secretaria de Saúde de Recife aqui.