Sem ampliar financiamento e profissionais, atenção básica não avança
Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil
Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil
Sem ampliar financiamento e profissionais, atenção básica não avança Ouvir o texto

O Instituto de Estudos para Políticas de Saúde (IEPS) fez um levantamento sobre os índices de cobertura da atenção básica à saúde em estados e municípios brasileiros, com o objetivo de analisar a situação nessa importante ferramenta do SUS e contribuir para que os entes federativos busquem ampliar e organizar os serviços em suas regiões. Os dados são de 2021 e foram compilados pelo IEPS Data, iniciativa da organização que visa facilitar o acesso às informações.

Entre os estados, as melhores coberturas estão no Piauí (99,9%), Paraíba (97,5%) e Tocantins (96,6%), sendo que a região Nordeste a que possui a maior abrangência, com 87,1% da população. Distrito Federal (63,3%), São Paulo (63,4%) e Rio de Janeiro (57,2%) apresentam os menores indicadores, assim como a região Sudeste (69,3%).

Leia a reportagem completo no  Futuro da Saúde