Recursos Ouvir o texto

O Boletim IEPS Data n. 3 analisa a evolução dos principais indicadores de Recursos de Saúde (físicos e humanos) nos estados e regiões de saúde brasileiros. Ele faz parte de uma série de boletins IEPS Data, composta também pelos boletins de Mortalidade e Morbidade Atenção Básica. Todos se baseiam nas dimensões incorporadas no Panorama de Saúde Local do IEPS Data, que oferece uma visão resumida da saúde de municípios e regiões de saúde do Brasil.

Analisamos quatro indicadores: Taxa de Médicos por 1.000 habitantes, que analisa a disponibilidade de médicos para a população por localidade geográfica e ano; Taxa de Enfermeiros por 1.000 habitantes, que parte da mesma interpretação para disponibilidade de enfermeiros; Taxa de Leitos SUS por 100.000 habitantes, que indica a acessibilidade de leitos hospitalares conveniados ou contratados pelo SUS para a população; e, por último, Taxa de Leitos não SUS por 100.000 habitantes. As descrições detalhadas dos indicadores, incluindo fonte dos dados e metodologia, são disponibilizadas na seção Métodos e Documentação do portal IEPS Data.

Para cada indicador, mostramos a distribuição geográfica para o último ano com dados disponíveis (2021) por meio de mapas. Adicionalmente, mostramos a evolução durante o período para os indicadores de interesse. Para os estados, mostramos a evolução de cada unidade em um gráfico de setas. Para as regiões de saúde, mostramos a evolução entre o primeiro e o último ano com dados disponíveis por meio de um gráfico de dispersão. Vale ressaltar que, em respeito ao princípio organizativo da regionalização do SUS, os indicadores devem ser analisados em níveis agregados de região de saúde, não em nível municipal.

Baixe o documento e leia na íntegra