RESUMO EXECUTIVO – Os dados de saúde no Brasil são ricos e granulares. Os sistemas de informação do Ministério da Saúde contêm dados sobre óbitos, nascimentos, hospitalizações, atendimentos ambulatoriais e recursos cobrindo a maior parte da história dos 30 anos do Sistema Único de Saúde (SUS), e com qualidade crescente ao longo do tempo. No entanto, construir e analisar indicadores requer considerável conhecimento técnico sobre manejo de bases de dados de diferentes sistemas de informação, bem como ajustes e cuidados metodológicos. Indicadores são medidas-síntese que contêm informação relevante sobre diferentes dimensões. No campo da saúde, permitem entender e comparar a situação da saúde de cada local, bem como acompanhá-la ao longo do tempo. Quando atualizados e de fácil acesso, são essenciais tanto para o processo de elaboração de políticas baseadas em evidência quanto para o monitoramento dessas políticas.

O portal IEPS Data surge com o objetivo de auxiliar na construção e monitoramento de políticas de saúde, ao disponibilizar indicadores relevantes para a saúde local divididos em blocos que refletem diferentes dimensões da saúde através de uma interface de fácil acesso para gestores, comunicadores, pesquisadores e a população em geral.

Nesta Nota Técnica, apresentamos dois estudos de caso para exemplificar diagnósticos que podem ser realizados a partir dos indicadores e ferramentas de visualização disponíveis no portal. Em especial, para exemplificar uma análise em nível municipal, analisamos o caso de Recife (PE), enquanto demonstramos as possibilidades de análises em nível estadual para o estado do Ceará.

Baixe o documento e leia na íntegra