IEPS

NOTÍCIAS

MATERIAL DE APOIO PEDAGÓGICO É REVISADO EM ATENDIMENTO À AVALIAÇÃO REALIZADA PELOS PROFESSORES DA REDE MUNICIPAL DE ENSINO

No mês agosto/2014 todos os professores da Rede Municipal de Ensino de União da Vitória puderam avaliar o Material de Apoio Pedagógico que foi utilizado no município no primeiro semestre letivo de 2014. As principais fragilidades apontadas na avaliação foram sistematizadas por uma equipe de revisão constituída por professoras da Rede sob a coordenação do IEPS, instituto conveniado para elaboração e revisão do Material. Concluídas as entregas do Material referente ao último bimestre de 2014, no mês de setembro, iniciou-se a análise e sistematização de aproximadamente 250 fichas de avaliação preenchidas com apontamentos e sugestões. A Professora Cleri Oliveira, contratada pelo IEPS para assessorar todo o processo, enfatizou que “os apontamentos feitos pelos professores do município surpreendeu toda a equipe de revisão, pelo grau de comprometimento com a melhoria do material e a demonstração de que acreditam no projeto e em seus benefícios para a educação local”. A professora acredita que “a qualidade do material passa pelo olhar e comprometimento de todos os docentes que estão trabalhando com ele”. Estas revisões já estavam previstas no projeto de elaboração, que sempre objetivou a participação efetiva de todos os professores da rede, possibilitando uma maior identificação de toda a comunidade escolar. A fichas de avaliação foram elaboradas pela equipe pedagógica da Secretaria Municipal de Educação, disponibilizadas a todos docentes do quadro e encaminhadas ao IEPS. O momento é de readequação do material em atendimento às principais demandas apresentadas na avaliação para melhoria do Material a ser utilizado em 2015. As revisões estão sendo feitas, inicialmente, nos volumes referentes ao primeiro semestre. Contudo, as fichas já estão disponíveis para os docentes avaliarem o material utilizado no segundo semestre que passará pelo mesmo processo de revisão no início do próximo ano.

 

Visitas técnicas do programa de Agroecologia

A equipe técnica do Progroma composta pela Agronoma Niléia Mattiola e o Msc em Agroecologia José Xavier de Carvalho, vem realizando visitas nas propriedades envolvidas, acompanhando o processo de produção dos ovos orgânicos para que a mesma ocorra de forma correta e eficaz. O projeto de ovos orgânicos está benificiando a merenda escolar das escolas municipais de União da Vitória, proporcionando aos alunos uma alimentação mais completa e saudável. O Projeto se encaminha para a certificação e rotulagem, e posteriormente contemplará o município em geral, sendo oferecido em feiras locais e no comércio.

                                                             

 

Curso Básico de Produção de Peixe

No dia 04 de Setembro aconteceu o curso básico de produção de peixe no CEPEA – Centro de Pesquisa e Extensão em Aquicultura Ildo Zago, para os produtores que estão sendo beneficiados no programa de Revitalização da Piscicultura do município de União da Vitória. Participaram 20 produtores das comunidades de trabuco, São Gabriel, Barreiros e Serra do Leão, esta etapa esta prevista no projeto com a capacitação para a criação de peixes, no curso diversos temas foram abordados dentre eles:

* Programa Municipal de Revitalização da Piscicultura
* Legislação Ambiental
* Reprodução Induzida de Peixes
* Construção de Viveiros
* Fertilização Solo e Água
* Povoamento
* Alimentação
* Manejo da Criação
* Despesca e Comercialização.

Este é o primeiro grupo de piscicultores do município a participar da capacitação, a cada comunidade beneficiada novas turmas serão formadas, para o técnico da Emater e responsável pelo projeto em União da Vitória José Carlos Schipitoski, este é um processo que esta sendo formatado conforme a necessidade dos piscicultores, primeiro a reestruturação do Centro de Piscicultura, a máquina (Poclain) que esta reformando os viveiros, em poucos dias de trabalho 6,0 hectares de lamina de água foram incorporados ao sistema produtivo, agora estes beneficiários estão conhecendo o básico da produção de peixes, em sua palestra Schipitoski abordou o manejo da criação. Marlos de Bastiane e Renan Gargiel, técnicos do CEPEA que atuam a campo na orientação aos piscicultores repassou na prática todos os meios de avaliar a qualidade da água e dos viveiros. Para Paulo Meira Rocha Coordenador do CEPEA, as novas tecnologias de produção implantadas no centro trazem benefícios para toda a sociedade, com a produção de alevinos, capacitação de alunos, profissionais técnicos e produtores.

                                                             

 

A Prefeitura Municipal de União da Vitória, o IEPS e a EMATER realiza Encontro Municipal sobre Agricultura Orgânica

O encontro foi realizado no dia 27 de agosto na localidade de Pinhalão na zona rural de União da Vitória na propriedade da Família Fudal & Lima. Neste dia vários temas foram abordados tratando de tecnologias naturais para a produção: A utilização do pó de basalto foi um dos temas, palestra ministrada pelo professor Bernardo Knapik, um dos precursores desta tecnologia em nossa região. José Eustáquio Pereira, técnico da EMATER falou sobre a importância de um bom Manejo do Solo para a produção orgânica. Quanto ao tema Melhoria da Qualidade do Solo como Composto Orgânico foi repassado em aula prática aos produtores pelo técnico do IEPS José Xavier de Carvalho.

                                                             

O Projeto Ovos Orgânicos foi o tema trabalhado pela Engenheira Agrônoma Niléia Mattiola, que apresentou a proposta na propriedade da família Fudal, local do evento. Na oportunidade, o Secretário da Agricultura do Município de União da Vitória Marco Antônio Coradin repassou aos presentes todos os programas que estão em andamento na área rural do município, como: Projeto de Piscicultura e Projeto Merenda Escolar. Ainda abordou sobre o apoio a bovinocultura de leite, apicultura e olericultura. Para o evento reuniram-se cerca de 30 produtores e 15 técnicos de toda a região. Quanto a metodologia utilizada foi a de repasse grupal de informações que tem sido muito eficaz junto aos agricultores, sendo que a cada evento uma nova propriedade será visitada.


                                                             

 

Encontro Regional de Piscicultores

No dia 28 de Maio de 2014 ocorrerá no CEPEA – Centro de Pesquisa e Extensão em Aquicultura, Ildo Zago, o Encontro Regional de Piscicultores reunindo cerca de 200 pessoas entre piscicultores, técnicos e empresários do setor das cidades de União da Vitória, Porto União, Cruz Machado, Bituruna, General Carneiro, Porto Vitória, Paula Freitas, Paulo Frontin, São Mateus do Sul e Antônio Olinto. O objetivo geral do evento é contribuir para o desenvolvimento da piscicultura na região, sendo que esta é uma importante alternativa de renda principalmente para a agricultura familiar. Haverá uma palestra na parte da manha com Luiz Eduardo Grim Sá sobre o mercado do peixe de água doce e a tarde os participantes terão cursos nas estações técnicas que tratarão temas como: Produção induzida e padrão de alevinos; qualidade da água e manejo alimentar. Maiores informações nos escritórios da EMATER, IEPS, CEPEA, SEMAG e ECO-PEIXE.

 

Programa Municipal de Agroecologia

Programa Municipal de Agroecologia de União da Vitória ganhando adeptos no município. Em breve produção de ovos orgânicos, leite orgânico e hortaliças orgânicas atendendo a merenda escolar do município e todas as pessoas interessadas em melhorar sua qualidade de vida através de uma boa alimentação.

 

Viagem técnica á Maripá e Toledo

Nos dias 06 e 07 de fevereiro de 2014 representantes do IEPS, Prefeituras Municipais de União da Vitória e General Carneiro, EMATER (local e regional) e empresários do ramo de frigorifico do município estiveram realizando uma visita nas cidades de Maripá e Toledo, região oeste do Paraná, o objetivo foi de conhecer novas tecnologias de produção e abate de peixes. No dia 06/02 foram visitadas 04 propriedades de piscicultores familiares que realizam a engorda de tilápias, com o acompanhamento do técnico da Emater César Ziliotto.

Ainda neste dia já no município de Toledo, foi visitada a Piscicultura Dal Bosco que atua na reprodução de peixes, a excursão foi recebida por Gilbeto Dal Bosco (proprietário) que mostrou a unidade de produção o sistema de transporte e a grande diversificação de espécies disponibilizadas para os criadores das diversas regiões do estado.

No dia 07/02, a equipe técnica foi recepcionada, juntamente com o Prefeito Pedro Ivo e os vereadores Altamir Moreira de Castilho, Waldir Cortellini e Ziliotto Daldin de União da Vitória, na Prefeitura Municipal de Toledo pelo Prefeito Beto Lunitti, agenda organizada pelo Deputado Estadual Elton Welter, nesta reunião foi repassado toda a parte técnica dos projetos implantados no município, com maior ênfase a piscicultura e o programa de segurança alimentar.

Na seqüência visitou-se uma pequena agroindústria que faz abate de 2.000 Kg de tilápias por dia.

Um dos grandes investimentos do município de Toledo visitado foi a Cozinha Social, nesta cozinha administrada pelo município são produzidos diariamente alimentação para restaurantes populares e escolas do município, produtos estes adquiridos de agricultores locais através dos programas de aquisição de alimentos do governo federal. O almoço foi no Restaurante Popular Luis Roque Ruckhaber no Bairro Vila Paulista.

Encerrando a agenda técnica na região, a visita em um abatedouro de peixes, a COPISCES - Cooperativa Agroindustrial de Piscicultura Pisces, serviu para ver a possibilidade de avanço neste setor em nossa região, sendo que só esta cooperativa abate diariamente 18 toneladas.

 

Encontro Regional de Piscicultores

No dia 23 de Janeiro foi realizada no Instituto de Ensino Pesquisa e Prestação de Serviços - IEPS,a reunião para planejar o Encontro Regional de Piscicultores a realizar-se em 28 de maio de 2014, nas dependências do CEPEA, próximo ao trevo de Porto Vitória. Estiveram presentes: o Secretario de Agricultura de União da Vitória, representantes da EMATER, ECOPEIXE e FAFIUV/UNESPAR e do IEPS.

Para o evento está previsto a participação de 150 piscicultores de União da Vitória e região, além de técnicos e empresários do setor. Na agenda do evento como tema central o palestrante será o Engenheiro de pesca Luiz Eduardo Grim Sá, da EMATER/Londrina-PR, que abordará o tema; panorâmica do mercado do peixe de água doce no Brasil. No periodo da tarde mais 3 estações técnicas tratarão temas como: Produção induzidsa e padrão de alevinos; qualidade da água e manejo alimentar. Maiores informações nos escritórios da EMATER, IEPS, CEPEA, SEMAG e ECO-PEIXE.

 

Projeto Resíduos sólidos e reciclagem

O projeto “Resíduos Sólidos e Reciclagem” visa auxiliar o Programa ECOCIDADE da Prefeitura Municipal de União da Vitória, o qual tem por objetivo a implementação de programas voltados à reciclagem de resíduos com preservação ambiental e inclusão social de catadores. O ECOCIDADE desenvolve ações em quatro eixos: educação ambiental, fomento à criação de uma cooperativa de catadores, coleta seletiva e preparação de uma usina de triagem de resíduos recicláveis. As ações ocorrem juntamente com uma equipe da Prefeitura Municipal e são coordenadas pelo Diretor de Assistência Social, Sidnei Cieslak.

Sidnei Cieslak e Lisandra Cristina Kaminski

 

Unidades demonstrativas do programa de Agroecologia

Estão sendo implantadas unidades demonstrativas (UD) no município de União da Vitória. As unidades são de produção de sementes e hortaliças nas comunidades do Britador e Pinhalão respectivamente. As UD servirão de apoio do programa de agroecologia para desenvolvimento e demonstração de técnicas, para os agricultores que aderirem ao projeto.

                                                             

                UD produção de sementes, na propriedade do Sr. Ademir Costa.                                           UD de hortaliças, na propriedade da Sra. Celina Fudal de Lima.
 

Programa Municipal de Agroecologia vem desenvolvendo seus trabalhos

Para divulgação do projeto e conhecimento dos produtores rurais do município de União da Vitória foram realizadas reuniões, na qual foram abrangidas num total de 70 produtores.
Após essa etapa realizou-se o período de inscrição dos interessados, que agora estão sendo visitados em suas propriedades para uma melhor analise da área que possuem, para um estudo mais detalhado do projeto que gostariam que fosse implantado

Mestre em Agroecologia : José Xavier
Engenheira Agronoma : Niléia Mattiola

 

Reunião do Conselho Fiscal

Reunião que aconteceu no dia 11 de Outubro teve como pauta:

- Analise de contas;

- Parecer fiscal;

- Analise das contas bancárias do instituto;

- Apresentação do relatório financeiro e contábil;

- Esclarecimento do repasse do recurso destinado ao convênio com a prefeitura municípal de União da Vitória;

- Relatório de despesas e receitas do Restaurante Universitário, Reprográfia e Pós-Graduações.

 

Continuam os trabalhos de produção da apostila para as escolas municípais de União da Vitória

A equipe de produção das apostilas do nosso município vem desenvolvendo seu trabalho com dedicação e bons resultados. As professoras que a compõe procuram pensa contemplar conhecimentos regionais, tendo em vista as necessidades dos professores e educandos de União da Vitória para que o aprendizado embasado no material, ocorra de forma ampla e significativa, sem perder do horizonte as diretrizes nacionais.

As apostilas para o primeiro semestre estão em fase de conclusão, e muito já foi pesquisado para dar continuidade ao trabalho. Os professores da rede municipal podem colaborar enviando sugestões pelo e-mail equipeproducao2013@hotmail.com .

Toda a comunidade está convidada a visitar as dependências do Instituto para acompanhar o processo de produção.

 

Diretor do IEPS se reune com Prefeito de União da Vitória, Vice-Prefeito, Secretario de Educação, Diretores e supervisores das escolas municipais

A pauta tratada da produção da apostila

O Diretor/Presidente do IEPS Aurélio Bona Junior, Pedro Ivo Ilkiv, juntamente com seu vice, Jair Brugnago, e o secretário de Educação  Célio Reginaldo Calikoski, apresentaram e debateram, com os diretores e pedagogos das escolas municipais, a proposta de confecção de apostila própria, feita em parceria entre o IEPS e a Secretaria Municipal de Educação. O encontro foi realizado na manhã da terça-feira (10/09), no auditório da Fundação de Cultura. 

O prefeito, solicitou o apoio dos gestores escolares quanto à pesquisa, que será feita junto às instituições de ensino, visando fazer o levantamento geral de funcionários, otimizar recursos, evitar desperdícios e adequar a estrutura administrativa.

A produção da apostila escolar, adequando-a às características regionais, faz parte de debates realizados pela categoria, reivindicando a participação dos professores na formatação do projeto pedagógico. 

A medida atende aos interesses da categoria, aliados à redução de custos e será desenvolvida em parceria com o Instituto de Pesquisa, Ensino e Prestação de Serviços (IEPS). “É um espaço ímpar”, analisou o prefeito, observando a possibilidade dos professores criarem esses conteúdos pedagógicos baseados em suas experiências e atentos às necessidades específicas do ambiente de trabalho. “O professor é muito mais que um repassador de conteúdo. É um transformador”, completou.

Com a confecção das apostilas, a administração municipal vai gastar, aproximadamente, R$ 1,2 milhão, em quatro anos. No atual método, esse valor era gasto a cada ano. 

Por sua vez, Pedro Ivo avaliou que, o IEPS, ligado à Fafiuv, tem profissionais altamente capacitados. “Tem professores com doutorado em todas as áreas”, destacou. 

Na confecção das apostilas, os professores do IEPS coordenam os trabalhos, que contam com participação do magistério municipal.

 


Lançamento do Centro de Pesquisa e Extenção em Aquicultura Ildo Zago - CEPEA

Neste último sábado (17/08) aconteceu o lançamento da reutilização do Centro de Pesquisa e Extensão em Aquicultura Ildo Zago (Centro de Piscicultura). O local hoje coordenado pelo Instituto de Ensino, Pesquisa e Prestação de Serviços (IEPS), sob direção do professor Aurélio Bona e do professor Paulo Meira Rocha, juntamente com a FAFI/Unespar que tem na direção o Bacharel Valderlei Garcia Sanches. A parceria com a prefeitura Municipal de União da Vitória , visa desenvolver vários projetos com a coordenação do IEPS. 
No caso da Piscicultura a meta é produzir os alevinos, analisar a qualidade da água e promover ações educativas e técnicas para alunos e produtores.O IEPS se mostra aberto para estabelecer novos vínculos com demais instituições de ensino que poderão se utilizar da estrutura para promover o aprendizado de seus alunos, assim como estudantes de Universidades e de cursos técnicos. 
O excelente trabalho que será desenvolvido, está sendo supersionado pela Emater,SEAB e CODAPAR. Outro parcerio será a Ecopeixe que possuí conhecimento e estrutura para trabalhar em conjunto. O projeto vai atender não apenas União da Vitória, mas também os produtores de Porto União e região do sul paranaense e norte catarinense. 
A expectativa de mercado é muito boa. Temos uma sinalização positiva do frigorífico Frigogol em fazer o abate dos peixes no Frigorífico Municipal, isso poderá diminuir o preço final e aumentar o lucro dos nossos produtores. A iniciativa é colocar na merenda escolar, a poupa de peixe podendo se estender para outros produtos à base de pescado, sempre atento para segurança desse alimento.
Ao final das apresentações dos projetos, foi realizado uma linda homenagem a Luana e Larissa filhas do Sr. Ildo Zago, também para sua mãe Dona Ilma, todas ficaram muito emocionadas, pelo reconhecimento que foi dado ao Sr. Ildo Zago.

 
 

Conselho Deliberativo do IEPS se reunem para aprovar projetos e discutir novos rumos para o Instituto

*Carro adquirido pelo consórcio SERVOPA

Professores da rede municipal se empenham na produção de material didático

A equipe de professores responsáveis pela produção de material didático para a rede Municipal de Educação de União da Vitória, tem se empenhado para elaborar as apostilas. No mês de junho se dedicaram a estudos e pesquisas para fundamentação do material a ser produzido para a Educação Infantil e as Séries Iniciais. Em julho foi dado início as primeiras produções. Em Agosto há previsão de finalização das primeiras apostilas.

Para mais informações sobre a produção da apostila CLIQUE AQUI

 
contador de visitantes

Instituto de Ensino, Pesquisa e Prestação de Serviços - 2013 / V0.4